Disciplina do Movimento Autêntico & Modo Operativo AND

A partir da colocação em conversa e da aproximação entre a prática da reparagem/reparação (MO_AND) e a prática do testemunho (MA), unimos forças na direcção da constituição de um conjunto de tácticas para o cuidado de si e o cuidado do entorno. Ao mesmo tempo, tentando que as duas práticas possam complementar-se recíprocamente e funcionar como ‘anticorpo’ uma da outra. Embora formalmente muito distintas, é explícita a correspondência entre as práticas. Ambas partilham um mesmo afecto-questão: o compromisso com a afinação da escuta sensível e com a constituição de uma sensibilidade (micro)política, através de uma investigação de cunho experiencial, relacional e situado.


Sob o nome Práticas de Reparagem e Testemunho, foram agrupadas diferentes oficinas dadas, em colaboração, por Fernanda Eugenio (AND Lab) e Soraya Jorge (por vezes, também, na companhia de Guto Macedo e Naiá Delion), dedicadas a partilhar o desdobramento das relações de reciprocidade entre Modo Operativo AND e Movimento Autêntico: entre o Reparar proposto pelo MO_AND e o Testemunhar proposto pelo MA.

 

Empregando diferentes recursos, tanto o Modo Operativo AND quanto o Movimento Autêntico investigam, a partir de uma prática no terreno e no corpo, as modulações entre presença e ausência, dentro e fora, percepção e apreensão, afeto e partilha, foco e distracção, instante e memória, singularidade e coletividade, desejo e responsabilidade.

 

As oficinas MO_AND+MA começam com um ou dois dias dedicados à introdução, primeiro, a cada uma das práticas separadamente. Nos dias seguintes, parte-se para algumas proposições que exploram modos de combinar as ferramentas do MA – o movedor, a testemunha e o campo de potência para bodyfulness que se instaura entre ambos – com as do MO_AND – a ética de incorporação do acidente, a desfragmentação de si e a prática da re-paragem através do (contra)dispositivo do jogo quê-como-quando-onde.

 

As oficinas têm durações e formatos variáveis e adopta(ra)m diferentes títulos, consoante a modulação específica que se deseja explorar ou mover.

 

O AND Lab | Centro de Investigação em Arte-Pensamento & Políticas da Convivência é uma plataforma de pesquisa praticada que se dedica ao desdobramento contínuo, à transmissão e partilha e à aplicação do Modo Operativo AND (MO_AND), uma metodologia para a investigação experiencial da relação e da reprocidade, de cunho ético-estético e político, criada pela antropóloga e artista brasileira Fernanda Eugenio.

 

O Modo Operativo AND (MO_AND) consiste numa ética do Re-parar, da Reparagem e da Reparação, sistematizada num conjunto de ferramentas-conceito e de proposições-jogo que, ao mesmo tempo, propõe e propicia: a investigação direta e experiencial dos funcionamentos do Acontecimento e da Relação; a explicitação dos modos de emergência e de sustentação de acontecimentos comuns metaestáveis; a sensibilização às condições de possibilidade contingentes-impermanentes de cada encontro e às consequências políticas dos posicionamentos individuais e/ou colectivos; a afinação das capacidades de distribuição não-hierárquica da atenção e de (re)inventário trajectivo do possível, simultaneamente no plano da auto-observação em acto e no plano do mapeamento da situação envolvente; o treino da disponibilidade à diferença e ao acidente/imprevisto, da comparência atempada, da tomada de decisão situada e da colaboração dissensual; a transferência de protagonismo do sujeito para o acontecimento, ou seja, a prática co-passionada da presença; o exercício de uma equiparação consistente entre autocuidado e cuidado do entorno e entre o discurso proferido e a sua efetuação no fazer; a frequentação exploratória de disposições subjetivas e relacionais dissidentes para a performance íntima e social dos afectos, numa pesquisa de alternativas aos modelos identitários e aos scripts pré-definidos e hierarquizados.

Este sistema, concebido e desdobrado pela antropóloga e artista Fernanda Eugenio, é uma investigação viva e aberta, em constante transmutação e a partir de uma confrontação deliberada e insistente com o uso e com a prática.

(trecho do site: https://www.and-lab.org/and-lab-institucional/modo-operativo-and )

 

PRÁTICAS DE REPARAGEM E TESTEMUNHO

O MODO OPERATIVO AND E A DISCIPLINA DO MOVIMENTO AUTÊNTICO
Fernanda Eugenio e Soraya Jorge em conversa (no âmbito da série Dez Anos em Posição-Com, em comemoração aos dez anos da plataforma AND Lab em Portugal)
Em uma conversa, Fernanda e Soraya, re-membram a amizade e o acompanhamento recíproco que vêm nutrindo desde que se conheceram, enquanto aprendiz e mestra, há mais de quinze anos.


Programa de Transmissão e Partilha | Sharing & Transmission Programme

Oficinas Colaborativas | Collaborative Workshops

Coordenação/Coordination: Fernanda Eugenio e Soraya Jorge


Sob o nome Práticas de Reparagem e Testemunho, agrupamos diferentes oficinas dadas, em colaboração, por Fernanda Eugenio e Soraya Jorge (por vezes, também, na companhia de Guto Macedo e Naiá Delion), dedicadas a partilhar o desdobramento das relações de reciprocidade entre Modo Operativo AND e Movimento Autêntico: entre o Reparar proposto pelo MO_AND e o Testemunhar proposto pelo MA. LINK

 

Empregando diferentes recursos, tanto o Modo Operativo AND quanto o Movimento Autêntico investigam, a partir de uma prática no terreno e no corpo, as modulações entre presença e ausência, dentro e fora, percepção e apreensão, afeto e partilha, foco e distracção, instante e memória, singularidade e coletividade, desejo e responsabilidade.

MO AND + MOV AUTÊNTICO

Programa de Investigação e Criação | Research & Creation Programme


Projetos Colaborativos | Collaborative Projects

Coordenação/Coordination: Fernanda Eugenio & Soraya Jorge | Investigadores Associados/Associate Researchers: Guto Macedo & Naiá Delion | Parceria/Partnership: AND Lab & C.I.M.A. LINK .


 

É notável o potencial político expandido da conjugação das ferramentas do MA com as do Modo Operativo AND, que partilhamos nas diferentes modalidades de oficinas colaborativas Práticas de Reparagem e Testemunho, orientadas por Fernanda Eugenio e Soraya Jorge, em dupla e/ou em articulação com os parceiros, e também integrantes desta pesquisa, Guto Macedo e Naiá Delion. Por um lado, o MO_AND contribui para a expansão da consciência encarnada proposta pelo MA, num compromisso não apenas com o auto-conhecimento, mas com o engajamento e a participação no plano colectivo. Por outro lado, o MA convoca explicitamente a estender também ao plano do ‘acontecimento individual’?] os exercícios de fractalização da percepção, de acolhimento do acidente e de tomada de posição suficiente, propostos pelo MO_AND.


LINK https://www.and-lab.org/